Impressora imprimindo caracteres estranhos sem parar.

Em 2002 ouve um surto de infecção de um vírus para computador chamado Bugbear (ou Bicho Papão, em português, ou Tanatos como também é conhecido) ele é um vírus de e-mail com comportamento similar ao “famoso” Klez. Isso é, quando sua máquina está infectada, ele começa a enviar e-mails do seu computador. Um dos efeitos maléfico desse vírus é o envio de códigos ininteligíveis para a fila de impressão do Windows, efetuando assim enumeras paginas impressas escrito ” this program can not be run in dos mode” ou seja “este programa não funciona no modo DOS” ou “This program can not be run” (Este programa não pode ser executado) no cabeçalho e posteriormente diversos códigos desconexos. Outra característica do Bugbear, dessa vez ligada ao teclado, é que o vírus duplica caracteres especiais, como os acentos e o cedilha.

Para remover o vírus da sua máquina é relativamente fácil, é só apagar os arquivos do vírus. O problema é que na hora da infecção, os arquivos são criados com nomes aleatórios e, portanto, não temos como saber o nome exato dos arquivos a serem excluídos. De qualquer forma, existe na Internet um programa para eliminar esse vírus, que pode ser baixado gratuitamente em ftp://ftp.f-secure.com/anti-virus/tools/f-bugbr.zip ou o bearsfx da Sophos http://www.sophos.com/tools/bearsfx.exe. Basta baixar, descompactar caso baixe o primeiro e rodar.

Se a sua máquina estiver em rede, o vírus tenta se alastrar pela rede também. Por isso, no caso de redes locais, a rede inteira deve ser desligada antes de passar o antivírus em todas as máquinas, pois, caso contrário, você pode eliminar o vírus de sua máquina mas, caso outro micro esteja infectado, pouco tempo depois seu micro será infectado novamente, via rede.

Como o vírus pode se apresentar de inúmeras maneiras, não há um regra única para identificá-lo. Para tentar se proteger, faça o seguinte:

1) Atualize os programas da Microsoft instalados em sua máquina. Para isso, visite a página windowsupdate.microsoft.com. As atualizações são automáticas e no mesmo idioma do sistema.

2) Atualize seu programa antivírus, pois a maioria das empresas já lançou vacinas contra o worm.

3) Nunca clique em arquivos desconhecidos sem antes testá-los com um antivírus em dia. Em caso de dúvida, simplesmente apague o arquivo.

Para informações completas sobre esse vírus, visite http://www.f-secure.com/v-descs/tanatos.shtml.